Você sabia que a luz do sol é considerada uma fonte de energia inesgotável? E você tem ideia de como a energia solar pode trazer economia para a sua casa? A resposta para essas e outras perguntas está neste artigo!

A partir da sua leitura, você vai descobrir o que é energia solar, os benefícios do sistema fotovoltaico e aprender como ele funciona. Então, se você quer conhecer uma possibilidade de deixar a sua casa mais sustentável e, de quebra, economizar na conta de energia elétrica, leia o conteúdo até o fim!

O que é a energia solar?

A energia solar é aquela proveniente da luz e do calor do Sol. O seu caráter é eletromagnético e ela pode ser convertida em energia elétrica ou térmica.

Exatamente por essa possibilidade de conversão, a energia solar pode ser usada na geração de energia elétrica ou no aquecimento da água.

No caso da energia elétrica, existem dois sistemas: o heliotérmico e o fotovoltaico. No primeiro, a irradiação solar é convertida primeiramente em energia térmica, para depois gerar energia elétrica. Já no segundo, a irradiação é transformada diretamente em energia elétrica.

Qual é o seu potencial?

Comparada com outras fontes de energia existentes na natureza, como o carvão, a energia solar é a mais potente. Com baixo custo, é possível gerar energia elétrica e térmica para cidades inteiras.

Além disso, os impactos que ela causa para o meio ambiente são praticamente inexistentes. Por ser livre de carbono, não apresenta ameaças à camada de ozônio, por exemplo.

E o melhor é que o Brasil tem um potencial significativo de irradiação solar em relação aos demais países do mundo. De acordo com dados do Ministério de Minas e Energia, a irradiação média anual brasileira varia entre 1.200 e 2.400 kWh/m²/ano, que é bem acima da Europa.

Como funciona um sistema fotovoltaico?

Como explicamos anteriormente, o sistema fotovoltaico de energia solar é aquele que converte a irradiação diretamente em energia elétrica.

Todos os sistemas de energia solar são compostos por coletores solares, que são equipamentos que captam a radiação solar, para convertê-la em calor. O calor, por sua vez, é transferido por meio de um fluido, que pode ser ar, água ou óleo.

Os coletores são constituídos por uma superfície receptora, capaz de direcionar a radiação a um foco.  Depois da absorção do calor pelo receptor, o fluido escoa por ele.

No sistema fotovoltaico, as células fotovoltaicas, também chamadas de células solares, são formadas de materiais semicondutores. No geral, o material usado é o silício. Quando as células solares recebem irradiação do Sol, os elétrons absorvem partículas de energia presentes na luz solar, os fótons.

Os elétrons, então, são transportados pelo semicondutor até serem puxados por um campo elétrico e levados para fora das células solares. Nessa fase do processo, eles já estão prontos para gerar energia elétrica.

Vantagens do sistema fotovoltaico

Uma das vantagens do sistema fotovoltaico é que ele não precisa de muita irradiação solar para produzir energia, se comparado com o heliotérmico.

Em relação ao custo-benefício para a instalação desse tipo de sistema, a energia solar também é bastante vantajosa. Apesar do investimento inicial, com o passar do tempo esse valor é recuperado em economia na conta de luz. Em um prazo aproximado de 20 meses, uma economia de 50% já pode ser sentida no bolso.

Para imóveis pequenos, em que vivem de 2 a 3 pessoas, o custo estimado é de R$ 12.000,00 a R$ 17.000,00. E esse valor aumenta proporcionalmente à quantidade de moradores e ao tamanho da casa.

Neste artigo, você aprendeu tudo sobre a energia solar e os sistemas fotovoltaicos. Mas a preocupação com a sustentabilidade vai muito além da economia na conta de energia elétrica. Conheça 13 passos transformadores para se ter uma casa mais sustentável!