A impressão 3D já é utilizada há um tempo considerável para fins domésticos e industriais. Inicialmente tratadas como objetos de curiosidade, hoje as impressoras 3D são muito usadas para protótipos, peças definitivas e até delicadas ferramentas utilizadas em procedimentos médicos. Profissionais e empresas dos ramos da moda, fabricação de jóias, cinema, etc, materializam seus projetos com essa tecnologia.

Seguindo essa tendência, a aplicação da impressão 3D também vem crescendo em larga escala no mercado da arquitetura e construção.

Casos de sucesso

Empresas como a chinesa Winsun Shangai, têm investido na criação de moradias sustentáveis e de baixo custo. Resíduos de construção são convertidos em um concreto reciclado cuja aplicação é feita por uma impressora 3D.

Desse modo, a Winsun Shangai criou, no último ano, uma pequena vila totalmente feita com materiais sustentáveis a partir de impressoras 3D. Estima-se que com a tecnologia empregada pela construtora, é possível erguer 10 casas compactas por dia ao custo médio de 5 mil dólares.


A empresa suíça LafargeHolcim e a startup francesa XtreeE também tem se empenhado na aplicação dessa tecnologia na Europa com importantes resultados documentados.

A romena Austrocasa International utiliza o mesmo conceito, porém utilizando argila e cerâmica, em um novo protótipo de impressora 3D chamado RoboVAST. A empresa já estuda a utilização de outros materiais como madeira e plástico reciclado.

Projetos realistas

A tecnologia de impressão 3D também tem sido cada vez mais utilizadas por escritórios e profissionais de arquitetura para criar “miniprojetos realistas”.

Pequenas versões de grandes obras produzidas em impressoras tridimensionais permitem o contratante interagir com sua obra desde o projeto, simular cores, projetos de iluminação e servem como forte argumento para o convencimento do cliente no momento da assinatura de um contrato para a realização de uma obra.

Se você busca inovações para seu negócio, vale a pena pesquisar e experimentar. Existem modelos de custo relativamente baixo disponíveis no mercado e muitos fóruns voltados para o assunto na internet.