Vamos tratar aqui da parte mais apetitosa do projeto de iluminação de sua casa, restaurante ou estabelecimento do setor da gastronomia.

A cozinha vem ocupando, cada vez mais, o lugar de protagonista nas casas. Sejam projetos mais modernos, cozinhas americanas, as mais tradicionais com cara de “casa da vovó”, ou os espaços e varandas gourmet, as cozinhas são tratadas com carinho especial nas construções e reformas.

Antes elas eram um ambiente impositivamente feminino. Puro preconceito. Na sociedade contemporânea, essa lógica tem sido rompida e, cada vez mais, a cozinha é espaço para homens, mulheres, idosos e até mesmo as crianças têm passado a ocupar esses espaços.

A iluminação é peça chave para a produção de um menu de sucesso. E não estamos falando das lâmpadas que vêm no interior dos fornos convencionais nem da luz do refrigerador.

A fome e a vontade de comer

O projeto de iluminação da cozinha deve levar em consideração a sua funcionalidade. Quem cozinha e monta pratos precisa enxergar bem os alimentos, perceber visualmente seu estágio de preparos, ter uma visão perfeita do fogão, da localização dos temperos e ingredientes.

A cozinha é, a princípio, um ambiente de trabalho e deve dispor de uma iluminação que contribua para isso.

Mas elas têm também sua função social na casa e muitas vezes são utilizadas como espaço de refeições e até de reuniões. Nesse caso, o projeto de iluminação pode levar em conta essa dupla aptidão, permitindo que um novo ambiente seja criado após o preparo dos alimentos, proporcionando um clima mais aconchegante.

Para cada função

Uma iluminação central intensa é o primeiro passo recomendado no projeto de uma cozinha. Ela pode partir de um ou mais pontos de iluminação e contemplar todo o espaço.

Luminárias direcionadas e pendentes devem ser posicionados em locais específicos que demandam iluminação direcionada como:

  • Sobre o fogão e bancadas: recomenda-se a utilização de luz branca, para auxiliar na percepção mais precisa do estágio de cozimento dos alimentos. Especialistas indicam a utilização de lâmpadas com excelente fidelidade na reprodução de cores (IRC), com índice acima dos 80%.
  • Sobre o local onde ficam guardados os temperos e condimentos
  • Sobre o local onde fica posicionado o livro de receitas
  • Sobre a mesa de jantar: Recomenda-se a utilização de pendentes que respeitem uma distância média de 1 metro do tampo.

Confira algumas imagens inspiradoras para o projeto de iluminação de sua cozinha. Aproveite as dicas e bom apetite!