Existe uma diferença entre os pisos de cerâmica e os de porcelanato, que está na tecnologia em que são fabricados. Apesar de ser mais resistente, o porcelanato não veio para substituir a cerâmica comum e sim complementá-la nas diversas formas de acabamentos.

Porcelanato, o que é?

O porcelanato é feito da mistura de compostos como argilas, feldspatos, areias feldspáticas e outros minerais, que são submetidos a uma queima de mais de 1200Cº. Seu resultado, é uma placa de piso mais densa, resistente, com baixa porosidade, uniformidade das cores e, ainda, apresenta um baixo índice de absorção de água.

Por ter uma maior durabilidade, esse tipo de piso é indicado para locais com maior tráfego de pessoas, carros e máquinas, como, por exemplo, na garagem, área de convivência em condomínios, terraços e mais.

porcelanato

Cerâmica ou porcelanato?

A tecnologia existente no porcelanato é atrativa para muitas pessoas, mas a verdade, é que ela não chegou para substituir os pisos de cerâmica convencionais. Ambos podem ser usados em revestimentos de paredes, pisos e até calçadas.

Observe as características de cada piso, qual é o mais indicado para áreas com maior circulação de pessoas e precisam de mais resistência, veja se é uma área que demanda maior charme e mais delicadeza em seu acabamento, faça um estudo com um consultor especializado sobre qual piso melhor se adequa ao ambiente escolhido.

Tipos de porcelanato

Existem algumas diferenças nos pisos de porcelanato, que estão na maneira em que eles recebem um acabamento enquanto fabricados. Os mais usados são os esmaltados e os naturais.

Técnico: eles não recebem esmalte na superfície e possuem maior resistência mecânica.

Técnico polido: esse tipo recebe o polimento mecânico de acordo com o efeito desejado.

Técnico natural: não recebe polimento.

Esmaltado: é o tipo de porcelanato que recebe esmalte com brilho e decoração por cima.

Esmaltado Acetinado: recebe um esmalte sem brilho com uma decoração por cima.

Digital Polido: recebe esmalte com uma decoração digital e, em seguida, passa por um processo de polimento, o que promove um brilho natural à peça.

tipo de porcelanato

Tipos de acabamentos em piso de porcelanato

Retificado: é o acabamento feito nas bordas do porcelanato e é totalmente reto, para diminuir a aparência do rejunte entre as peças.

Bold: um tipo de acabamento nas bordas que são levemente arredondadas, o que faz com que tenha um espaço maior entre as placas de porcelanato. Ele é pouco usado, por diversos motivos, dentre o principal está o fato dele acumular resíduos e manchas no rejunte.

Texturas de pisos em porcelanato

Há uma infinidade de cores e texturas nos pisos de porcelanato, o que varia de acordo com o fabricante. Você encontra disponível no mercado placas lisas e com uma única cor e, ainda, com superfícies que imitam um tipo específico de acabamento, como madeira, mármore, couro, tecidos, fibras e até cimento.

Tamanhos de pisos em porcelanato

Existem fabricantes que fazem placas de porcelanato de 45cm² e até maiores, que passam de 1 metro.

O ideal na hora de escolher o tipo de piso para o ambiente é fazer a planta de paginação de piso, que é um estudo prévio, feito por um especialista, que aborda a parte estética, econômica e executiva do chão de um ou vários ambientes.

Com o dimensionamento do local, o profissional irá analisar o melhor tamanho das peças a serem instaladas, ou seja, que serão melhor aproveitadas, com um menor número de recortes e desperdício. Assim, fica mais fácil de calcular a quantidade de materiais a serem utilizados.

formatos e tamanho porcelanato

Como e onde usar pisos em porcelanato

Esse tipo de placa é indicado para o chão e as paredes de cozinhas, pois não absorvem a gordura e são mais fáceis de limpar. Nesse caso, o acabamento retificado também é o mais recomendado.

Nos banheiros, você pode usar o porcelanato com acabamento acetinado, pois são menos escorregadios do que os polidos. O indicado são peças menores, para não dificultar o assentamento com o caimento de água e, ainda, recomenda-se o acabamento retificado, para evitar sujeiras com a umidade.

Para os quartos, qualquer tipo pode ser usado, mas deve-se ter atenção, por ser um material frio, pode necessitar do uso de tapetes, para aquecer o ambiente em regiões ou dias mais frios.

Nas salas, você pode usar qualquer tipo de piso de porcelanato, uma dica é usar e abusar das texturas que imitam um tipo de acabamento, como o de madeira, por exemplo, que traz charme ao ambiente, principalmente em decorações rústicas.

Limpeza de pisos em porcelanato

No dia a dia, recomenda-se limpá-lo com uma colher de sopa de sabão de coco líquido, ou detergente neutro, diluídos em 5 litros de água. Para evitar arranhões, use vassouras de pelo macio, ou pano de chão.

Não use escovas abrasivas, ceras e produtos que prometem realçar o brilho, para uma limpeza pesada, busque por produtos específicos no mercado.

limpar-porcelanato

Vantagens de pisos em porcelanato

  • Diversidade de acabamentos e formatos;
  • Materiais que podem ser usados em diversos ambientes;
  • Baixa absorção de água e alta resistência;
  • Fácil de limpar;
  • Menor espessura e mais leve;
  • Alguns tipos de porcelanato são resistentes ao tempo e à umidade, o que podem ser facilmente utilizados em áreas externas.

Desvantagens de pisos em porcelanato

  • O tipo esmaltado de porcelanato pode lascar e rachar;
  • Porcelanato polido são escorregadios e podem manchar;
  • Os com acabamentos natural são antiderrapante, mas são mais difíceis de limpar;
  • Se precisar de reposição de alguma peça, pode haver diferença na tonalidade de placas de lotes diferentes;
  • É necessário a limpeza diária de placas com cores claras e uniformes, pois qualquer mínima sujeira, pode se destacar com facilidade;
  • Após instalado, o piso em porcelanato não pode receber polimento posterior, como mármores ou granitos.